Skip to content

A Verdade Sobre o Asilo no Brasil

A palavra Asilo no Brasil ainda tem um significado pejorativo, lembra abandono da família para seus patriarcas em instituições para serem cuidados por terceiros.

Num país considerado extremamente jovem, onde se tem observado que essa população cresce a cada ano e não se pensou numa política de apoio a essa camada, é realmente um assunto assustador.

Segundo dados do IBGE –  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no período entre 2012 e 2017, essa população aumentou 19,5%.

Saltou nesses últimos cinco anos, de quase 25 milhões para aproximadamente 31 milhões de pessoas. Cresceu sete milhões!

Quando analisamos que o governo pouco investiu na política de amparo a essa população e que por outro lado, o brasileiro não tem a cultura de poupar e pensar no futuro, com certeza é uma equação que não fecha.

Temos muito mais idosos necessitando de acomodação nesses locais, do que vagas em abrigos públicos ou filantrópicos.

O resultado dessa incompatibilidade, é o que vemos diariamente no noticiário: idosos abandonados em locais despreparados para acolher essa fatia da população, que sofre, quando mais se precisa de amparo.

Neste artigo, iremos detalhar em tópicos, conforme relacionado a seguir. Iremos abordar o que é um asilo de idosos carentes ou mostrar na prática, o que é asilo para idosos.

Saiba Mais

O que é um Asilo?

asilo de idoso em Olinda
A Verdade Sobre o Asilo no Brasil

Na sua descrição em um dicionário, este é um local físico, que tem o objetivo de abrigar, manter, zelar, inserir em grupos semelhantes e educar, pessoas sem recursos e as vezes sem família, para se sustentar.

O asilo de idoso, também é conhecido como casa de repouso ou clínica geriátrica. Temos abrigos de idosos espalhados pelo Brasil inteiro, inclusive na Bahia.

A casa de São Lazaro, é um asilo de idosos em salvador, que pode ser contactado pelo telefone (71) 3393-4448.

Além do Asilo de São lazaro, temos na capital baiana, outros que fazem este trabalho assistencial, como Lar irmã Maria Luísa, Abrigo irmão Gabriel e lar Harmonia.

Para que serve um asilo?

A palavra asilo é um local associado sempre ao idoso carente. Ele serve para abrigar, educar, cuidar e garantir que o idoso, quando em situação de abandono pela família, tenha em seus últimos anos de vida, dignidade e bem-estar.

No Brasil, a história desses locais vem desde o século dezesseis, com a fundação da  Casa dos Inválidos, criada no ano de 1794, na cidade do Rio de Janeiro, com o objetivo de abrigar soldados com a  idade bem avançada.

Portanto, o asilo para idosos, deve ser um local seguro, com acolhimento amoroso, alimentação, higiene, saúde e muito importante, que tenha acessibilidade. Se você tiver oportunidade, não deixe de fazer uma visita a asilo de idosos.

Como funcionam os asilos públicos?

Em uma pesquisa realizada pelo IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, no ano de 2011, conclui que, dos asilos existentes no Brasil, 66% são filantrópicos, 28% são privados e somente 6% são públicos.

Outro dado alarmante dessa pesquisa, é que somente 29% dos municípios brasileiros, tem asilo público. Com essa carência e uma população cada vez mais crescente, temos uma conta que não fecha.

As filas de espera por uma vaga são muito longas e na maioria das vezes, se o idoso está internado, ele fica por tempo muito maior que o necessário, num hospital público.

Portanto, há de se pensar com urgência numa política que venha atender com dignidade essa parcela da sociedade, observando inclusive, um projeto arquitetônico para lar de idosos, levando em conta a acessibilidade. 

Saúde: Dicas de Ouro

Quais procedimentos para entrar em um asilo?

Se a internação é realizada em um asilo particular, as regras são decididas e definidas por cada entidade em seu estatuto.

Para os asilos públicos ou asilos filantrópicos, onde o idoso não paga, existem alguns pré-requisitos a serem cumpridos:

  • Ter a vaga disponível;
  • O idoso ter 60 anos ou mais;
  • Não ter renda que lhe garanta o sustento com dignidade;
  • Não ter nenhum suporte familiar;
  • Comprovar que a família é de extrema pobreza, está em situação vulnerável, tem sobrecarga física, financeira e emocional;

Como funciona o asilo particular?

Houve um tempo em que esses locais eram alocados em casas com quintais minúsculos e os quartos eram coletivos, com camas arrumadas lado a lado.

O único conforto disponível, era um acompanhamento médico 24 horas, com mensalidades em torno de R$3.000,00 reais.

Atualmente encontramos verdadeiras mansões, com quartos individuais que oferecem, além do serviço básico como acompanhamento clínico, cobrando mensalidades que podem chegar a R$15.000,00.

Esses espaços oferecem atividades de lazer como jogos, aulas de dança moderna, lavagem de roupa, atividades diárias, passeios e visitas culturais, assistência religiosa e cuidador por 24 horas.

Um asilo de idosos de luxo pode ser por período temporário ou um período permanente. A necessidade é quem vai decidir sobre esse tempo.

Quais os melhores asilos do Brasil?

O melhor asilo para idoso, é aquele que tem como filosofia o bem-estar do paciente, supre suas necessidades básicas, combate a solidão e tem vigilância permanente.

Procura fazer um acolhimento humanizado, integrando este idoso ao seu atual habitat, sem desvinculá-lo da sua família original.

Ao listar os melhores asilos para idosos no Brasil, podemos citar alguns abaixo. Não existe um ranking dos top 5 ou top 10.

Os citados a seguir são baseados em matérias divulgadas pela internet:

  • O Villa Sênior, asilo particular, na cidade de salvador, no estado da Bahia – tel.: (71) 3288-9278;
  • Casa de repouso Morada Primavera, asilo particular, na cidade de São Paulo, capital – tel.: (11) 99619-8752
  • Asilo São Lazaro, entidade filantrópica, na cidade de salvador, no estado da Bahia – tel.: (71) 3393-4448;
  • Asilo Abrigo Dom Pedro II, entidade filantrópica, na cidade de salvador, no estado da Bahia – tel.: (71) 98561-2391;
  • O lar carioca, asilo particular, na cidade do Rio de Janeiro, capital – tel.: 21) 3738-3006;

Portanto, para saber tudo sobre asilo de idosos com relação ao qual é o melhor e qual é o pior, dependerá se sua opção for para particulares, públicos ou filantrópicos. 

origem etimológica da palavra asilo

Como funciona a instituição asilo?

Com a falsa verdade de que somos um país eternamente jovem, estamos sofrendo com o aumento da faixa etária de vida da população brasileira. Principalmente nas camadas mais pobres, pela falta de planejamento da família em poupar para garantir uma boa velhice com tranquilidade e segurança.

Estamos com muita dificuldade em lidar com nossos cabelos grisalhos e brancos. Permanecer vivo por um tempo maior, deveria ser motivo de muita alegria, porém, na atual conjuntura, virou um campo de batalha para os brasileiros, que busca solução na assistência social.

Aí é que entram as instituições dos asilos, locais onde são montadas estruturas para atender e zelar pelo idoso, com uma equipe profissional de médicos, enfermeiros, assistente social, cuidadores, altamente qualificados para melhor atendê-los.

Nestes programas dos asilos com objetivo de inserir o idoso a uma nova vida, estão: atividades de recreação, terapia ocupacional, nutricionistas, equipe médica e de enfermagem, exercícios físicos e atividades culturais.

Porém, para saber como funciona o asilo de idosos, dependerá se a instituição escolhida, é particular, pública ou filantrópica. Não deveria haver diferença entre elas, já que o objetivo final é o mesmo: zelar e cuidar para manter a dignidade do idoso. 

O asilo tem cuidadores?

O cuidador de modo geral, é aquele profissional em que a sua principal atividade é “Cuidar”, zelar, tomar conta. Ele cuida para garantir que o idoso tenha suas principais necessidades atendidas, como higiene, recreação, alimentação, atividades físicas e remédios.

Em virtude do aumento da população de idosos no Brasil e as famílias cada vez mais sem tempo de cuidar dos velhos de cabelos brancos, essa profissão tem crescido cada vez mais.

O cuidador tem papel importante nas residências de famílias que optam por esse serviço, bem como nos asilos, principalmente os particulares e filantrópicos. São os cuidadores os responsáveis por manter os pacientes limpos, alimentados, medicados e demais atividades como recreação, passeios, atividades físicas e atividades lúdicas. 

Quem banca um asilo? Confira!

Os asilos têm três formatos distintos: São públicos, filantrópicos ou particulares. Os públicos são geridos e custeados pelo governo. Eles podem receber verbas do estado ou do município.

Os filantrópicos são geridos por entidades não governamentais e sem fins lucrativos, como as santas Casas de misericórdia, entidades religiosas ou ONGS internacionais.

E por último, os particulares, que é bancado pelos próprios pacientes ou familiares deles. Estes asilos, a depender da estrutura e serviços oferecidos, chegam a cobrar mensalidades de até 15 mil reais por mês.

Os Asilos estão espalhados pelo Brasil inteiro, de norte a sul. Temos a Casa de Idosos Jesus Misericordioso, que pode ser contactada pelo telefone (84) 3672-0522, asilo de idosos em Natal, no Rio Grande Norte, rede de Asilos São Vicente de Paulo no Paraná, São Paulo e Minas Gerais. 

Espero que este artigo tenha lhe ajudado a entender e a conhecer melhor o funcionamento dos asilos para idosos no Brasil.

Não perca Tempo! Entre agora e aproveite o conteúdo de nosso blog: Melhor Idade Top e veja outros artigos.