Skip to content

Cuidados e Riscos com Pressão Alta no Inverno!

A pressão alta, também conhecida como hipertensão, acomete cerca de 30% da população brasileira e, segundo a OMS, a pressão alta afeta 1 bilhão de pessoas no mundo.

Essa é uma doença silenciosa e que pode ser o pontapé para muitas outras doenças, além de, em algumas situações, o individuo poderá ser considerado um paciente de risco, como por exemplo, a pressão alta na gravidez, que é uma condição altamente delicada.

Para ser considerado hipertenso é necessário identificar se o paciente mantém a pressão mais alta do que o normal constantemente, isso porque, qualquer pessoa  pode sofrer alterações na pressão, devido a algum, ou vários fatores externos ou internos como, por exemplo, um medicamento, ser exposto a algum tipo de estresse, efetuar um esforço físico intenso, etc.

Contudo, além dos sintomas e cuidados corriqueiros da própria doença, quem sofre de pressão alta precisa redobrar a atenção no inverno, pois o frio proporciona uma condição menos favorável ao hipertenso. Se você está curioso para saber mais sobre pressão alta e porque isso acontece, então continue lendo este texto, pois vamos te contar tudo!

Confira a seguir:

 O que é Pressão Alta?

Pressão alta e baixa
imagem coproduçao/ Google internet

Pressão alta é uma doença crônica que se caracteriza pelos valores elevados da pressão sanguínea.

O sangue que é bombeado pelo coração é levado pelas artérias através da pressão sanguínea nas artérias, contudo, quando o sangue começa a encontrar mais dificuldade na passagem, pelas artérias do corpo, a pressão começa a se elevar.

A condição permanente está instalada quando os valores das pressões máxima e mínima permanecem iguais ou superam os 140/90 Mmhg também conhecidos como: 14 por 9.

Diante dessa condição o coração precisa trabalhar mais para conseguir bombear o sangue corretamente pelo corpo e esse excesso pode gerar em deterioração das paredes das artérias, e resultando em um derrame conhecido como (AVC – Acidente Vascular Cerebral), ou ocasionando uma insuficiência cardíaca.

A pressão alta pode causar o que chamamos de insuficiência renal, sendo uma das principais causadoras da doença renal e podendo até mesmo paralisar os rins.

 Quais as causas da Pressão Alta?

Sabe-se que em 90% dos casos do diagnóstico de pressão alta a causa é hereditária, contudo, alguns hábitos podem desencadear a doença como: fumar, consumo de álcool, obesidade, estresse elevado, consumo elevado de sal, níveis altos de colesterol e sedentarismo. Além disso, segundo estudos há uma incidência maior da doença em pessoas negras, diabéticos e com o envelhecimento.

Como podemos prevenir a hipertensão?

Se você está se perguntando se a pressão alta tem cura? A resposta é não, contudo ela pode ser controlada e o mais importante é preveni-la, com certeza, a prevenção é a melhor arma contra a pressão alta.

Por isso o primeiro passo contra a pressão alta é adotar um estilo de vida saudável, que inclua abandonar o sedentarismo, isso mesmo, praticar exercícios aeróbicos, caminhar, correr, nadar, etc. o importante é movimentar-se, sempre com orientação médica.

É importante também manter uma alimentação saudável, utilizando alimentos, temperos frescos e naturais e evitar o sal, fritura e temperos industrializados.

Outro importante hábito que contribui para prevenção é parar de fumar, parar de consumir bebidas alcoólicas e adotar práticas de lazer e que promovam relaxamento.

Quais os principais riscos da hipertensão?

A pressão alta é uma condição que influência e desencadeia vários males e doenças, sendo uma das causas responsável pela ocorrência de aneurisma arterial, acidente vascular cerebral, enfarte, e insuficiência renal e cardíaca, edema pulmonar, sangramentos oculares, nasais, pancreáticos e também a dissecção da aorta.

Além do que a pressão alta tem sintomas muito incômodos como dores de cabeça e no peito, visão turva, tontura, falta de ar, zumbido no ouvido, fraqueza, inchaço nos tornozelos, dentre outros.

A pressão alta na gestação é uma condição muito perigosa, pois pode desencadear a pré-eclâmpsia, uma situação grave que pode evoluir para o aborto e até mesmo óbito da gestante e do bebê. Contudo isso, essa condição pode ser tratada com medicamentos e alimentação equilibrada.

Quais cuidados um hipertenso deve ter?

O paciente com pressão alta deve sempre mantê-la equilibrada, para isso, deve seguir o tratamento, tomar os remédios rigorosamente e manter seu hábito de vida saudável.

Além de sempre fazer acompanhamento com um médico especializado e controlar outras doenças que desencadeiem a pressão alta, como o colesterol elevado e a diabetes.Pressão alta ao acordar

Alimentação de um hipertenso confira!

Quem tem pressão alta no quesito alimentação deve tirar 10, pois, a má alimentação colabora para o desgaste das artérias e por consequência o aumento da pressão.

Por isso prefira os temperos naturais como: alho, cebola, coentro, manjericão, ervas aromáticas, limão e condimentos naturais que não contenham sal.

Dê preferência para ingestão de frutas, verduras e legumes e exclua da sua vida de temperos industrializados como tabletes de caldos, molhos prontos, como maionese, ketchup, molho inglês, shoyu, enlatados e conservas além de frios e embutidos, tais como: presunto, mortadela, salame, linguiça, salsicha e queijos ricos em sódio, como: parmesão, prato, provolone.

Outros vilões para pressão alta são as sopas industrializadas, macarrão instantâneo; salgados e salgadinhos de pacote, pão com sal, manteiga e margarina com sal e bebidas alcoólicas.

Ou seja, procure manter uma alimentação rica em produtos saudáveis e pobres em alimentos calóricos, tais como: doces, frituras, sorvetes, massas, fast foods, etc.

A pressão alta é perigosa no inverno?

Sim, o individuo que tem pressão alta deve redobrar os cuidados no frio, pois os vasos sanguíneos se contraem nessas condições climáticas elevando a liberação de adrenalina, provocando então o aumento da pressão arterial.

Outros fatores externos como aumento da poluição, contribuem para o desencadeamento de doenças respiratórias, que sobrecarregam o coração.

Por isso, durante o inverno procure não ficar em ambientes fechados, para evitar a propagação de vírus como o da gripe e mantenha-se aquecido, pois o clima frio pode agravar a hipertensão arterial.  Espero que tenham gostado.

É necessário que o leitor saiba que todas as informações contidas neste artigo, têm como objetivo informar e ajudar você de uma maneira fácil ao entendimento. As informações apresentadas, não têm conselho médico nem substitui tratamento e diagnóstico feito por um profissional. Porém, buscamos o que há de melhor em pesquisa e novidades sobre o assunto.

Veja o vídeo abaixo: