Skip to content

Por que procurar um Médico Geriatra? Entenda a função!

Médico geriatra o que faz

O médico geriatra é um profissional cujo foco é atender as pessoas que já começaram o processo de envelhecimento.

Apesar de relacionarmos o profissional apenas a pacientes com mais de 60 anos, o especialista está apto a acompanhar e orientar aos adultos no decorrer dos anos. Um fato que não se pode mudar é que o ser humano vai envelhecer, por isso, quanto mais cedo receber orientação para lidar com esse processo, melhor.

Claro que não é ideal um jovem de 18 procurar esse profissional, contudo, a partir do momento em que atingimos o ápice do nosso corpo, o medico geriatra é o profissional indicado para lidar com as intercorrências do envelhecimento.

Não se pode cair no conto de que a especialidade do médico geriatra é cuidar de idosos, sim, o geriatra tem muito contato com idosos, porém o trabalho desse especialista vai muito além. Continue acompanhando este artigo para saber mais sobre os benefícios de se procurar o médico geriatra.

O que é um Médico Geriatra?

Médico geriatra o que faz
Por que procurar um Médico Geriatra? Entenda a função!

Muitas pessoas pensam que médico geriatra só atende idosos, por isso, alguns podem tratar a visita a esse profissional, antes da velhice, com certo preconceito, contudo, o que podemos perceber é que buscar o profissional precocemente pode contribuir muito para a saúde do paciente. O médico geriatra é um generalista, geralmente, com formação de clínico geral, porém esse profissional possui a expertise para atender as doenças mais frequentes da idade adulta e velhice.

O corpo humano completa seu desenvolvimento em torno dos 30 anos, após essa fase começa a deterioração do mesmo, uma realidade que todos vamos viver. Quando esse momento chega, o que medico geriatra faz é acompanhar esse processo, para prevenir doenças e cuidar do bem estar do paciente, assim como intervir e direcionar o envelhecimento com saúde e qualidade, alcançando uma velhice plena.

Qual a função de um Médico Geriatra?

Para você que ainda esta se perguntado – Afinal, o médico geriatra trata de que? Calma, vamos lá, a função do profissional vai além do que só avaliar o idoso. Esse profissional tem uma visão geral do paciente e conhecimento das doenças que podem acometê-lo por causa da idade.

Por isso, esse médico vai avaliar a saúde como um todo do paciente através de exames clínicos e laboratoriais o médico pode identificar alterações ou mudanças no decorrer do acompanhamento que podem significar o aparecimento de alguma doença ou algo que poderá surgir com a idade.

O médico geriatra também vai definir, classificar e diagnosticar a perda de funcionalidade, verificar se há alguma doença que a está causando ou identificar a doença principal que a está causando quando há múltiplas comorbidades, orientar o tratamento para recuperação ou, de acordo com o diagnóstico, definir um tratamento para minimizar o avanço da doença e melhor a qualidade de vida do paciente. Esse profissional está apto a verificar alterações no metabolismo e indicar a reposição de vitaminas, além de orientar a melhor dieta alimentar.

O médico geriatra também dispõe de ferramentas para auxiliar na depressão, doença bem comum atrelada ao envelhecimento, isso porque, muitas alterações acontecem na vida do idoso, como mudanças de rotina ao se aposentar, uma diminuição na vida social, entre outras. Por isso o geriatra atua em todas as necessidades dos pacientes, físicas e mentais, além de atuar em doenças como demência e Alzheimer.

Quando e porque se deve procurar um geriatra?

O quanto antes se programa para visitar o médico geriatra melhor, pois, algumas condições podem ser evitadas quando tratadas precocemente. Por isso, ao fazer um acompanhamento com um especialista capaz de identificar as doenças mais comuns, que ocorrem com envelhecimento, o paciente pode prevenir doenças e com isso usufruir de um direcionamento adequado a sua fase de vida, assim como a mãe faz ao levar a criança ao pediatra.

Qual a diferença entre geriatra e Clínico-geral?

As duas especialidades são bem parecidas, contudo, o que faz um médico geriatra ser diferente é a habilidade de promover um envelhecimento saudável que envolve tratamento, reabilitação e paliativos para manter a qualidade de vida. O profissional aborda aspectos psicossociais, escalas e testes, e lida com doenças comuns ao envelhecimento como demências, Alzheimer e Parkinson, por exemplo, pressão alta, diabetes e osteoporose, entre outras.

Além de cuidar de problemas como tonturas, incontinência urinária, e tendência a quedas, contudo é possível que atue em conjunto através de uma equipe multidisciplinar, para o atendimento global do paciente. O clínico geral, por outro lado, cuida do paciente na fase adulta através do diagnostico, solicitação de exames, se necessário, e encaminhamento para o especialista.Medico a domicilio geriatra

O que perguntar ao geriatra na primeira consulta?

É muito importante aproveitar o momento da consulta com o médico geriatra para esclarecer todas as dúvidas que você tem, além de informar todo o seu histórico e o que você sente. Desse modo o profissional vai poder montar um histórico completo e orientar o tratamento adequado, geralmente o médico utiliza a anamnese, uma entrevista que o auxilia na identificação das informações relevantes.

Mas, se você tem um monte dúvidas, porém, na hora de perguntar dá aquele branco, cabe levar uma colinha com você, durante a consulta fale tudo o que te incomoda e todas as suas perguntas. Pergunte sobre o remédio, se tem contra indicações, qual a frequência que você deve visita-lo, etc.

Todo idoso deve consulta com um geriatra?

Sim!! Como mencionamos acima, não apenas idosos, mas adultos devem iniciar o acompanhamento com esse profissional o quanto antes, para que tenha uma fase idosa mais saudável. Inclusive um médico geriatra pode prestar atendimento domiciliar, para os idosos que não podem ir até a clínica, pois a visita a este profissional sempre oferece benefícios aos pacientes. Este acompanhamento domiciliar é uma alternativa para os pacientes, importante ressaltar que nem todos os profissionais atuam desta maneira, converse com o seu geriatra.

Veja o vídeo abaixo: