Skip to content

Idoso com Gripe pode ser perigoso, entenda porquê!

O idoso com gripe é sempre uma preocupação, pois, a doença pode se agravar. Um idoso com gripe é comum, mas como seu sistema imunológico está mais fraco, a doença pode ser perigosa. Por este motivo, existe a vacina da gripe, que é indicada para esse público.

Diferente do resfriado, a gripe é causada por um vírus. Ele pode contagiar pessoas de todas as idades, mas merece uma atenção especial quando chega em um indivíduo com mais de 60 anos. Com o passar do tempo, o corpo sofre com a baixa imunidade e deixa todas as enfermidades mais graves.

Existem alguns cuidados e medidas que podem reduzir a gravidade e melhorar a saúde dos mais maduros. Além disso, a vacina e os medicamentos são cada dia, mais eficazes e tendem a aumentar a expectativa de vida, assim como está acontecendo atualmente.

Veja como cuidar de idoso com gripe e sane todas as suas dúvidas:

Idoso com Gripe: quais são os sintomas?

gripe em idoso
Idoso com Gripe pode ser perigoso, entenda porquê!

O idoso com gripe pode ter a doença detectada com facilidade, mas seus sintomas são bem-parecidos com outras enfermidades. Por isso, é crucial a procura por um médico especialista, pneumologista ou geriatra.

É muito comum o aparecimento de tosse, entupimento nasal, espirros e dores no corpo. Em casos mais intensos também existe a presença de febre, falta de ar, dor de garganta, mudança no apetite e dor no peito.

A dor no peito, por exemplo, é provocada pela tosse forte, mas pode mostrar uma enfermidade cardíaca, e somente um médico pode apontar como cuidar de um idoso com gripe. Diante de qualquer desses aparecimentos, o idoso necessita de um atendimento.

Como tratar um Idoso com Gripe em casa?

É muito importante que o idoso compareça ao médico, mesmo em caso de uma gripe fraca. O médico pode indicar o medicamento e as instruções para o cuidado da gripe em idoso.

No entanto, é indispensável combinar uma alimentação saudável, evitar alimentos demasiadamente quentes ou gelados, e fazer repouso. Qualquer mudança de sintomas deve ser observada, para evitar a evolução do problema.

O idoso com gripe não pode passar todo o tempo deitado, pois, a posição pode causar lesões no pulmão. Com o avanço da idade, toda a atenção é essencial para proteger seu ente querido.

Como é a alimentação de um idoso gripado?

Em qualquer pessoa que apresente a doença, a alimentação deve ser equilibrada. Os alimentos podem balancear a nutrição e a retenção das vitaminas pelo corpo do idoso com gripe.

Alimentos que devem ser evitados durante a gripe na terceira idade:

  • Refeições prontas;
  • Frituras;
  • Doces;
  • Comidas quentes ou frias demais;
  • Receitas pesadas ou gordurosas.

Recomendação de alimentação para idoso com gripe:

  • Muita água;
  • Canjas e sopas;
  • Sucos naturais;
  • Chás;
  • Carnes;
  • Frutas cítricas.

Esses itens podem facilitar a cura e aumentar a imunidade no organismo.

gripe

A gripe do idoso pode se agravar? Por quê?

Qualquer enfermidade que se instale em um idoso pode ser agravar com mais facilidade. Isto ocorre pelo envelhecimento do corpo, que começa a perder nutrientes e ficar mais fraco.

Um idoso com gripe pode evoluir para um paciente com pneumonia, pela sensibilidade do sistema respiratório. Qualquer evolução pode levar a morte com mais facilidade que uma pessoa jovem.

Além disso, esses indivíduos podem sofrer com doenças crônicas, como a diabete e a pressão alta, que terminam por alterar a ingestão dos medicamentos e provocar reações adversas. Por todos estes motivos, é muito importante ficar atento ao idoso com gripe forte. Ao surgir qualquer um dos sintomas, o médico deve ser consultado.

São considerados idosos, as pessoas com mais de 60 anos de idade. Mas, com a melhora na medicina, a longevidade tem aumentado e também a faixa etária médica, em breve ela deve ser alterada para 65 anos.

Em quanto tempo um Idoso com Gripe se recupera?

Não existe um período estimado para a sanar totalmente uma gripe, isso porque existem muitas oscilações entre indivíduos. Nos mais velhos, os sintomas costumam se alongar por mais dias.

Se o paciente recebe todo o suporte necessário, que inclui os medicamentos, alimentação equilibrada e repouso, o tempo de cura pode ser menor. No entanto, ele é alterado de pessoa para pessoa.

A mudança na recuperação depende do estado da saúde, quem tem uma imunidade alta, por exemplo, tende a sentir menos sintomas e ficar são em pouquíssimo tempo. Já os que tem o organismo fraco, podem sofrer por mais tempo com os males da doença.

A cura também depende dos métodos usados no tratamento, os remédios mais fortes podem surtir um efeito rápido, enquanto os processos naturais tornam a melhora mais lenta. A indicação para a escolha de um deles deve ser feita por um profissional, que estude a condição física, sintomas e exames.

Mesmo sendo corriqueira, a gripe em idosos deve ser levada a sério. Sua evolução por ser grave e gerar complicações, em último caso, até a morte. A melhor medida de prevenção para o idoso com gripe é a visita periódica ao médico e o tratamento adequado.

Veja o vídeo: